Mulher simplesmente mulher.

Mulher simplesmente mulher.

19/05/2019 Off Por Roberio

 Mulher simplesmente Mulher.

por Robério de Ogum

 

Todos os dias são teus, mulheres. Não importa sua idade, nem sua cor. É quem você é. Se é menina ou se é mulher.

Deus, seu arquiteto, te fez majestosa! E com o dom de conquistar o mais pretensioso machista.

Deus te deu talento para gerar os seres humanos, homens e mulheres. Deu-te paciência em abundância para alimentar os futuros homens; e às futuras conquistas amorosas dos homens: Vocês, as próprias mulheres.

Você mulher é a inspiração, não só dos poetas, mas de cada pedaço deste pequeno planeta chamado de terra.

Deus lhe deu a missão mais linda de todas as missões: a de trazer no ventre a vida, para habitar a terra numa nova missão, resgatando assim, os erros das vidas passadas.

Carregar no ventre o ser humano do futuro que poderá trazer a paz ao mundo. Um novo Abraham Lincoln, um novo Chico Xavier, uma nova irmã Tereza de Calcutá, foi assim que Maria, mãe de Jesus, o trouxe ao mundo. Para salvar-nos de nossos próprios pecados.

Mulher, você é responsável por milhões e milhões de reencarnações. Autorizada pelo criador de todas as coisas visíveis e invisíveis. Deus do branco, do negro e de todos os mortais. O Deus de todas as religiões, de todas as raças.

Aqui na terra, é a você; a única a carregar a vida de todos os que nasceram e desencarnaram. Os que irão e reencarnarão.

Sua missão é linda!

E neste dia queremos te agradecer melhor, por ter nos ensinado a dar os primeiros passos, a pronunciar nossas primeiras palavras e ter nos preparados para saber amar outra mulher, através do amor carnal. A majestosa combinação do amor da carne na busca de nossos filhos, onde Deus nos permite dar continuidade em nossas vidas na vida de nossos filhos.

Você é o sentido de nossas vidas e teremos sempre nossos braços livres para te abraçar. Sempre te olharemos com olhos admirados, e com certeza, sem este amor nossos corações ficariam partidos.

Sinto saudades.

Da primeira mulher que me permitiu pegar em suas mãos, e que na pureza da ingenuidade, unimos nossas vontades num primeiro beijo. Da primeira namorada, que o tempo nunca apaga das minhas lembranças.

Da mulher que amei tanto e não fui correspondido. Obrigado por você ter existido. Por tanto me inspirar. Aprendi muito.

Obrigado mulheres mães por terem nos trazido a este mundo e nos amados tanto. Obrigado por ter-nos dado o seu amor.

Obrigado mulher.

 

Uma homenagem de Robério de Ogum a todas as mulheres.